26 ºC
Programa Bandas & Cia
AO VIVO

17/11/17

Mas afinal o que é P.S.A ??

Por Enfª Carla Cristina Kich







Mas afinal o que é P.S.A ??


O exame de PSA tem como principais funções verificar a presença de um câncer de próstata e o andamento da doença, mas também é um marcador comum para outras doenças da próstata, como a prostatite e lesões no geral. PSA, na sigla inglesa: Prostate Specific Antigen (Antígeno Prostático Específico), é uma substância produzida pela célula prostática, eliminado para a luz da glândula e que tem a função de liquefazer o sêmen após a ejaculação. O líquido seminal ejaculado provém da glândula prostática, das vesículas seminais (que se encontram atrás e para cima da próstata) e menos de 1% por espermatozoides, que vêm dos testículos e epidídimos pelo ductos deferentes).A maior parte do PSA vem do sêmen, mas uma pequena quantidade pode ser encontrada no sangue. Na verdade, o que ocorre é um refluxo do PSA para o sangue que deveria ir para a luz da glândula, e isto acontece quando há alguma lesão na parede da célula prostática provocada, por exemplo  por trauma, inflamação, infecção, proliferação benigna da próstata, conhecida por hiperplasia benigna da próstata ou pelo próprio câncer. Em resumo, qualquer lesão da membrana da célula prostática pode causar escape do PSA de dentro da célula para o sangue, mesmo que transitoriamente.                                                Em relação a polêmica sobre a eficácia do rastreio na realização do exame chamado PSA, temos a relatar que a United States Preventive Services Task Force  (USPSTF), órgão americano responsável pelas orientações em prevenção e diagnóstico precoce de doenças, publicou há pouco uma revisão de sua decisão anterior sobre a solicitação do teste de PSA para o rastreamento do câncer de próstata. Em 2012, a entidade havia determinado que a dosagem da proteína no sangue não deveria ser realizada de rotina por não trazer benefícios ao paciente. Agora sugere que o médico discuta caso a caso os prós e contras de sua coleta, seguindo, assim, a postura das sociedades de urologia americana, europeia e brasileira e, também, de instituições que são referência em oncologia. Essa nova orientação, ainda aberta ao debate público, revela que a USPSTF passou a reconhecer os estudos que demonstraram redução da mortalidade nos indivíduos que coletaram PSA rotineiramente. A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda a coleta do PSA para homens com mais de 50 anos e para aqueles com mais de 45, quando forem afrodescendentes ou tiverem parentes próximos com câncer de próstata.                                                                                                                                            O PSA não faz o diagnóstico da doença. Ele estratifica o risco de maneira que, quanto maior o seu valor maior a probabilidade de um problema existir. É preciso compreender que fazer o exame não significa indicar biópsia para todos que apresentarem resultados alterados, tampouco recomendar tratamento para todos que tiverem o diagnóstico comprovado. Cada situação deve ser avaliada individualmente. Há uma relação direta com a genética familiar, hábitos de vida, alimentos consumidos ao longo da vida  e o PSA. Desta maneira, o PSA é útil para avaliação a saúde da próstata e é um dos marcadores de câncer de próstata, mas não é o câncer específico.                                                                                                          

O Centro de Saúde estará ofertando atendimento diferenciado ao público masculino, visando esclarecimentos e exames, se necessário,  nos dias 22,23,24 do corrente mês.





Rádio


Contato
Institucional
Equipe
Programação
logo

desenvolvimento Universo Web

Conteúdo


Áudios
Colunas
Galeria de fotos
Notícias



×

Márcio J. Nunes

Bandas & Cia - com Márcio J. Nunes
Hora de início: 14h 30min
Hora de término: 16h 00min
Voltar